O jeito espanhol de desfrutar a vida

A Espanha está entre os países com maior expectativa de vida do mundo: uma média de 84 anos. Segundo especialistas, a longevidade dos espanhóis – a maior da Europa, diga-se de passagem – é resultado da combinação de alguns fatores, como a  dieta mediterrânea e o eficiente sistema de saúde pública implantado no país.

Contudo, há um aspecto que, ao meu ver, é o que impulsiona os espanhóis a viverem mais. A resposta é simples: eles sabem levar a vida. Depois de me casar com um espanhol e de ter morado por quatro meses nesta terra (onde agora me encontro a passeio), tenho certeza de que a paixão com a qual se respira por aqui dá ânimo extra às pessoas, principalmente à medida que a idade avança.

20046250_1448858275160263_2076840526_n
Cena comum na Espanha: um grupo de senhoras idosas passeando pela rua

Longe de querer definir um estereótipo do cidadão espanhol (até porque não conheço nada do país além da região de Madri), o que quero neste post é apenas celebrar alguns bons hábitos que vejo entre as pessoas com as quais convivo por aqui e que, para mim, resultam em uma receita bem sucedida para se viver em plenitude. Vamos lá?

Sobre comer e beber sem culpa

A Espanha abriga cerca de 260 mil bares e restaurantes, o que corresponde a um estabelecimento para cada 175 habitantes. Basta caminhar pelas ruas para perceber que, de fato, existe no país um culto aos prazeres da mesa, tanto no que diz respeito a comer como a beber bem e sem culpa.

Muitas vezes já me peguei observando, com admiração, os gestos das pessoas sentadas às mesas dos bares em que eu estava. Percebia o gosto com o qual levavam à boca aqueles nacos de pão com tortilha, as fatias de jamón serrano, as azeitonas carnudas, os pedaços de queijo de cabra… Tudo com as mãos, sem intermediação de guardanapos, palitos ou talheres, e entre um gole ou outro de cerveja.

Para quem não sabe, é um costume na Espanha que os bares ofereçam comida grátis,como acompanhamento de cada bebida pedida na mesa. São as famosas tapas, petiscos que em algumas partes do país, como Granada, são consideradas verdadeiras instituições gastronômicas. E já que a long neck ou as cañas (o equivalente ao chope do Brasil) são as bebidas predominantes dos estabelecimentos, é fácil concluir que uma simples saída se transforma, facilmente, em um jantar dada à quantidade de tapas servidas.

Vale destacar, também, a qualidade e a variedade de ingredientes, receitas e técnicas que moldam a gastronomia espanhola. A paella, prato mais conhecido por nós brasileiros, é apenas uma das estrelas da cozinha local, que foi forjada a partir de três acontecimentos históricos: a dominação romana, os oito séculos de presença árabe e, por fim, o descobrimento do continente americano.

De cada um destes povos veio alguns dos produtos que hoje são a marca da cozinha espanhola, como o azeite de oliva, atribuído aos romanos, as especiarias, introduzidas pelos árabes, e as batatas, o tomate e pimentões originários da América.

IMG_2339

IMG_2338
Fartura à mesa: tapas de Granada são servidas como cortesia por cada bebida
IMG_2190
Chás e especiarias fazem parte da cozinha espanhola
IMG_1824
Os bocadillos combinam duas paixões nacionais: o pão e os embutidos
IMG_2179
Queijos e embutidos dos mais variados estilos

Sobre ocupar o espaço público

Não sei quanto a vocês, mas sonho com o dia em que o culto ao shopping center e aos muros no Brasil serão substituídos por parques abertos 24h, praças bem cuidadas e opções de lazer ao ar livre e democratizadas a toda a população, seja qual for sua classe social. A Espanha está longe de ser a concretização deste ideal, mas me chama a atenção a forma com a qual as pessoas ocupam o espaço público, sobretudo agora no verão.

Aqui em Alcalá de Henares, por exemplo, é vasto o calendário de eventos promovidos durante todo o ano pelas ruas da cidade, em particular na Calle Mayor, Centro Histórico. Quando vim para cá no ano passado, entre julho e novembro, pude contar umas cinco ocasiões em que as ruas e parques foram tomados por música, barracas, teatro, cinema, dentre outras atrações.

Um dos principais eventos do município é o Mercado Cervantino, que neste ano chegará a sua 19ª edição. Durante o evento, que homenageia o escritor Miguel de Cervantes, nascido em Alcalá há 470 anos, as ruas do centro ganham ares medievais, sendo ocupadas por cerca de 400 barracas de pequenos produtores e artesãos das áreas de alimentação, cosmética, vestuário e decoração. Além da feira, o Mercado Cervantino, que acontece em outubro, conta com uma vasta programação cultural voltada para todas as idades.

IMG_2144
Todo dia é dia de festa

IMG_1696

Sobre o respeito à “siesta”

Antes de vir à Espanha, eu pensava que esta história de siesta não passava de um mito. Pois logo no primeiro dia, em uma saída pela tarde, encontrei a cidade deserta, com praticamente todas as lojas do centro de portas fechadas. Foi então que descobri que, realmente, muitos dos espanhóis tiram a tarde para dormir, concretizando, assim, o sonho de muita gente.

O horário da siesta varia de um estabelecimento para o outro, podendo chegar a até três horas de intervalo. Mas como não há uma regra ou imposição com relação à siesta, negócios maiores, como os que estão em shoppings, ou o comércio localizado em grandes centros urbanos, não concedem a siesta aos trabalhadores e seguem abertos durante todo o dia. Por isso, para quem viaja ao país e vai a cidades pequenas, sobretudo no verão, é bom ficar atento aos horários.

19897904_1447099052002852_225135892_o
Comércio fechado pela tarde para a siesta

—————————————————————————————————————————————-Como você  pode ver, celebrar a boa mesa, aproveitar o dia em parques e praças e poder gozar de descanso parece ser uma receita eficaz para envelhecer feliz, não é mesmo? E você, já esteve na Espanha e teve a mesma sensação que eu tive a respeito dos espanhóis? Deixe a sua impressão nos comentários!

E para mais histórias de viagens, te convido a me seguir pelo Instagram: @barbara_possoprovar

 

Anúncios

2 comentários em “O jeito espanhol de desfrutar a vida

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s