Desaparecida por mais de um ano: resumo e um desabafo

Por Bárbara Fonseca

Segundo pesquisadores da Universidade de Berna, na Suíça, uma pessoa é capaz de ler ao máximo, 350 páginas por dia. Se você já acha a cifra impossível para alguém normal, pasme com isso: hoje em dia, em nossas telas de telefone, pipocam, diariamente, mais de 7.350 gigas diários, algo equivalente a bilhões de livros lidos. Como resultado desta superexposição à informação, é cada vez mais frequente escutarmos queixas de cansaço e apatia ao nosso redor. Um sentimento de saturação responsável por tornar difícil a mais simples das tarefas como, por exemplo, responder a mensagem daquela amiga com quem você não conversa há meses. Te parece familiar?

Enquanto o mundo muda com tamanha velocidade, dentro da gente conexões igualmente rápidas acontecem e, às vezes, parece até uma missão heroica a de conciliar as realidades de dentro e de fora. Digo isso, afinal, para justificar a minha ausência de mais de um ano neste blog. Espaço este que criamos, Ana e eu, justamente para que nos servisse de janela. Para arejar nossos corações e dar asas aos nossos sonhos. Mas a vida da gente não segue um script e, na era da híper-informação e das vidas absurdamente felizes que nos bombardeiam nas redes sociais, eu admito: em certo ponto, me senti cansada disso aqui.

Como poderia escrever sobre viagens, comida e outros tantos assuntos leves se, aqui dentro, uma nuvem insistia em pairar? Como poderia ser ponte de ideias se, eu mesma, me encontrava erguendo muros? Pois é. Foi um ano estranho, mas necessário. E tal qual um rio, 2019 passou, abrindo caminho para um novo ciclo que, orgulhosamente, começo hoje neste espaço.

Adeus México, olá Espanha

Há pouco mais de um ano, escrevia meu último post neste blog, que você pode ler aqui. Algumas semanas antes desta publicação, a gente tinha acabado de chegar ao México com planos de viver no país por um tempo. Desfrutávamos daquela sensação gostosa de saltar em águas desconhecidas – e, neste caso, cristalinas como as do Caribe.
Nossa experiência no México, no entanto, durou apenas dois meses. Passado este período, o destino quis que eu viesse estreitar os laços com um outro país com quem já me relaciono há alguns anos. E foi assim que partimos, uma vez mais, à Espanha, onde vivemos desde então. Já contei aqui sobre minha relação com a Espanha. Para quem quiser saber mais, basta acessar o link.
Diferente de outras ocasiões em que estive no país de passagem, esta viagem seria para ficar. Foi um largo processo de idas e vindas de papéis, de entrar de cabeça na dura burocracia espanhola. Mas, por fim, consegui minha permissão de residência e, de certo modo, a de existir no país.
A partir daí, consegui um trabalho em uma casa de chás, onde venho aprendendo não só sobre a bebida mais consumida no mundo, mas também sobre relações. Assumi um novo corte de cabelo e, assim como as madeixas, joguei fora ideias antigas. Busquei apoio na terapia, na yoga e na corrida para desanuviar. Reclamei muito também. Do frio, da comida, dos costumes, da solidão, das pessoas ao meu redor. Mas também aprendi a ser mais generosa comigo e, até mesmo, me permitir momentos de queixa.

IMG_20190628_190641
Posando com o novo visual no aqueduto de Segóvia, um dos principais monumentos da Espanha

Sim, foi um ano estranho. Mas também produtivo. Foi um ano de conhecer outras paisagens deste país tao diverso e encantador que é a Espanha. E querer conhece-lo mais e mais é a prova de que podemos ser boas amigas. A gente ainda se estranha em alguns momentos, mas, vamos ser sinceros: que amigos não se desentendem às vezes, não é mesmo?

IMG-20190925-WA0008
Os encantos do Parque Natural da Ilha La Gomera, Canárias

À esquerda, paisagem de Zahara de los Antunes, em Cádiz, Sul do país. À direita, a Sagrada Família, em Barcelona.

Nos próximos posts, vou contar um pouco sobre o que tenho vivido por aqui, as minhas impressões e, é claro, as sutilezas do cotidiano que sempre me saltam aos olhos por onde quer que passe. Te convido a provar comigo esta nova etapa, do lado de cá do oceano. E se você que está lendo quer saber mais sobre minha jornada ou, ainda, compartilhar dicas sobre a região onde estou agora, será um prazer conversar contigo.

Também te convido a me seguir pelo Instagram, onde você vai encontrar curiosidades sobre meu dia a dia por aqui e em outros locais por onde passei nos últimos anos: @barbara_possoprovar

Até a próxima!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s